Iniciativas

(Fevereiro, 2015). Carta de apoio às Deputadas e Deputados do Congresso do Estado de Durango do México (66ª legislatura) pela aprovação da reforma integral da Lei das Mulheres para uma Vida livre de Violência. Com especial reconhecimento às impulsoras desta iniciativa, as Deputadas Alicia Guadalupe Gamboa Martínez, Beatriz Barragán González, Anavel Fernández Martínez, Alicia García Valenzuela, María Luisa González Achem e María Trinidad Cardiel Sánchez. Texto assinado pela Prof. Dra. Gabriela García Laguna, Membro de CoPPA e Catedrática na Universidade Autônoma do Estado de Hidalgo (UAEH), México.

(Novembro, 2014). Palestra: “Sistemas de proteção especial e políticas públicas para prevenir a violência, do ponto de vista das Nações Unidas e da Organização dos Estados Americanos”, pelo Prof. Wanderlino Nogueira Neto, membro do Comitê dos Direitos da Criança do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos e membro do Alto Conselho Internacional de CoPPA, no VI Congresso Mundial da Infância e Adolescência de Puebla (México).

(Novembro, 2014). Participação de Alejandro Gaviria, Advogado Assessor da Secretaria de Governo e Direitos Humanos da Prefeitura de Medellín e membro de CoPPA no VI Congresso Internacional da Família em Medellín. Evento organizado pela Prefeitura de Medellín, pelo Governo de Antioquia, pela Universidade de Antioquia e pela Universidade Luis Amigó, com o título “Políticas públicas para a inclusão social”.

(Novembro, 2014). Proposta de oficina destinada à formação de agentes das forças da segurança pública sobre a investigação em torno aos maus-tratos e delitos contra animais, a pedido de organizações da sociedade civil de Mendoza (Argentina). A petição se enquadra no desenvolvimento de um projeto de lei provincial para regular a proteção, posse e venda de animais e, em especial, as inter-relações entre as pessoas e os animais.

(Outubro, 2014). Apoio a coletivos de defesa animal com documentos sobre o vínculo entre a violência contra animais e a violência interpessoal no âmbito da apresentação do projeto de lei orgânica de bem-estar animal (LOBA) na Assembleia Nacional do Equador. Pretende-se estabelecer padrões mínimos de bem-estar animal e fortalecer as disposições sobre os maus-tratos contra animais que atualmente constam do Código Orgânico Integral Penal (COIP) fazendo referência, também, aos estudos internacionais que vinculam os maus-tratos contra os animais à violência contra seres humanos.

(Outubro, 2014). Carta de apoio aos Senadores do Congresso da União da República Mexicana (62ª legislatura), por adotar medidas legislativas a favor dos direitos dos menores de idade. Carta assinada pela Dra. Carolina Castaño Rodríguez, do Conselho Assessor de CoPPA, e pela Dra. Gabriela Cruz Ares, Delegada de CoPPA no México.

(Setembro, 2014). Palestra da Dra. Gabriela Cruz Ares, Delegada da CoPPA no México, no XVI World Congress of Psychiatry: Focusing on Access, Quality and Human Care, realizado em Madrid. Sua apresentação centrou-se na relação entre o abuso animal e a violência e nos fatores importantes para o diagnóstico, aproximação e gestão da psicopatia.

(Setembro, 2014). Durante as II Jornadas Parlamentares organizadas pela APDDA (Associação Parlamentar em Defesa dos Animais), foram realizadas palestras a cargo do Professor Dr. Javier de Lucas, catedrático de Filosofia do Direito e Filosofia Política no Instituto de Direitos Humanos da Universidade de Valência e membro do alto conselho internacional da CoPPA, assim como de Agustín Mansilla, advogado, especialista em criminologia e delegado da CoPPA na Espanha. O encontro, realizado sob o título de “Violência de Espécie: estratégias educativas para uma cultura de paz sem discriminação”, teve lugar no Congresso dos Deputados (Madrid).

(Agosto, 2014). CoPPA oferece uma bolsa de estudos para a licenciatura “Educação para a Paz e Direitos Humanos”, no âmbito do programa de direitos humanos da Universidade Ibero-Americana Cidade do México. Ministrado entre setembro de 2014 e fevereiro de 2015 e dirigido a diretoras/es, docentes, acadêmicos, profissionais do campo da educação que desenvolvam, coordenem ou avaliem projetos de convivência, cidadania, direitos humanos ou educação para a paz, e integrantes da sociedade civil organizada interessados em fortalecer o tecido social, a convivência e a resolução não violenta de conflitos.

(A partir de 2012 até a atualidade). Documentação e relatórios de caráter científico em apoio à campanha ibero-americana Infância Sem Violência. Iniciativa da Fundação Franz Weber.

(Agosto, 2014). Carta de apoio ao Congresso do Estado de San Luís Potosí (México), em reconhecimento à aprovação em plenário de seu código penal, através da qual são contempladas sanções econômicas e penas de prisão para quem exerça violência física e psicológica contra as pessoas idosas.

(Julho, 2014). Colaboração em estudos científicos em apoio à proposta do deputado Jesús Alberto Velázquez Flores apresentada no Plenário do Congresso do Estado, com a que se pretende reformar artigos da Lei de Proteção de Direitos de Crianças e Adolescentes para garantir o seu direito a uma vida livre de violência no estado de Veracruz (México).

(Julho, 2014). Revisão e redação sobre a relação entre o abuso sexual de animais com os crimes sexuais contra pessoas. A pedido da equipe da Associação Animalista Libera da Argentina, em apoio à iniciativa pela qual se manifesta uma indevida intervenção das forças de segurança e a justiça local perante a agressão sexual, e posterior difusão nas redes sociais, realizada por um grupo de homens contra um cachorro na localidade de Tanti, Argentina.

(Julho, 2014). Documento sobre a periculosidade do bestialismo a pedido da equipe de advogados de Basta de Tas e Plataforma Alto da Colômbia para dar suporte à denúncia jurídica de um agressor identificado pelo abuso sexual de um animal resgatado, assim como para destacar a necessidade de uma legislação que contemple penas contundentes perante o bestialismo.

(Julho, 2014). Apoio com documentos científicos e textos dirigidos ao Parlamento da Galícia (Espanha) sobre o impacto de espetáculos de violência em crianças e adolescentes, no âmbito da avaliação da projeto de lei pela qual se solicita à câmara restringir a entrada dos menores de 16 anos às touradas. Iniciativa e requerimento de Galicia Mellor Sen Touradas.

(Julho, 2014). Assistência técnica sobre a potencial periculosidade, assim como a implantação de protocolos para o intercâmbio de dados de pesquisas para uma denuncia apresentada em Estremadura (Espanha). Iniciativa surgida a propósito dos numerosos indícios que apontam um caso de mau trato animal vinculado à violência contra as pessoas por parte de um suposto torturador de múltiplos animais, suspeito também de graves agressões contra pessoas, detido com um arsenal de armas. Denuncia sob a direção do Dr. Agustín Mansilla Zambrano, advogado especializado em criminologia e delegado da CoPPA na Espanha.

(Maio, 2014 – em processo). Projeto-piloto de um programa de educação na empatia, implementado com alunos do nível médio nas aulas de ciências de um colégio de Córdoba, Argentina. Formação dos docentes e implementação de um programa educativo fundamentado na Teoria da Bioética e a Compaixão. Avaliação de resultados. Projeto dirigido pela Dra. Carolina Castaño, do Conselho Assessor da CoPPA, em colaboração com a Fundação Franz Weber e a Australian Catholic University (Universidade Católica da Austrália).

(Maio, 2014 – em processo). Projeto-piloto EIPAS, para avaliar os possíveis benefícios de um programa de interação entre as crianças da Fundação Sierra Dorada e os animais do Santuário Equidad da localidade de San Marcos Sierras, Córdoba (Argentina). O objetivo é contribuir para uma educação que contemple que o desenvolvimento da empatia para com os animais pode gerar uma diminuição da agressividade e uma melhor relação interpessoal entre os humanos. Dirigido pela Dra. Carolina Castaño, do Conselho Assessor da CoPPA, em colaboração com a Fundação Franz Weber e a Australian Catholic University.

(Janeiro, 2014). Carta aberta ao Dr. Jorge Rojas, prefeito de Manizales, sobre os efeitos nocivos associados à exposição do menor de idade às touradas mencionando, entre outros elementos, seus efeitos traumáticos, os problemas para o desenvolvimento e os inegáveis efeitos psicológicos e pedagógicos prejudiciais para as crianças.

(2014). Documentação e imagens sobre a associação existente entre a violência contra os animais e a violência interpessoal no âmbito da proposta de uma nova lei de proteção de animais em Nuevo León. A pedido de Revolución Animal.

(2013 e 2014). Apoio com documentação científica e resultados de estudos empíricos sobre os efeitos daninhos de expor crianças e adolescentes à violência física e psicológica inerentes às touradas. A pedido da Fundação Franz Weber para seu relatório apresentado ao Comitê dos Direitos da Criança (CRC).

(Novembro, 2013). Carta aberta parabenizando Lila Urdaneta, ouvidora do estado de Zulia (Venezuela), em apoio à sua iniciativa a favor da proteção das crianças em relação aos espetáculos onde se exibe a violência contra humanos e animais.

(Outubro, 2013). Documento sobre “O vínculo entre a compaixão para com os animais e a prevenção da violência em jovens: implicações para a educação” para promover a introdução e implementação de programas educativos nos currículos escolares no Peru que fomentem atitudes pró-sociais e de respeito às pessoas e aos animais. Pela Dra. Carolina Castaño, membro do Conselho Assessor da CoPPA.

(Outubro, 2013). Foro no Congresso da República do Peru sobre estratégias educativas para uma cultura de paz em Lima. Evento sobre a Educação na Empatia, com a participação da Dra. Carolina Castaño (palestrante) e do Dr. Mateo Mario Salazar Ávalos (palestrante e moderador), membros do Conselho Assessor da CoPPA. Convite da Plataforma CREAN do Peru e do gabinete do congressista da República, José Urquizo Maggia.

(Outubro, 2013). Documento baseado em medidas legislativas e protocolos adotados pela polícia e as forças de segurança no âmbito da relação da violência interpessoal com o maltrato animal, aplicáveis na América Latina, com o objetivo de impulsionar a criação de operativos com agentes treinados e estratégias especializadas nesta área.

(Outubro, 2013). Apresentação em programa de televisão Alto al maltrato da rede Panamericana TV de Lima (Peru), sobre a educação na empatia e seu potencial no desenvolvimento de atitudes pró-sociais, com o consequente impacto positivo no bem-estar coletivo. A cargo da Dra. Carolina Castaño, do Conselho Assesor da CoPPA.

(Junho, 2013). Artigo sobre os efeitos prejudiciais para os menores de idade expostos à violência explícita nas brigas de galos, com o objetivo de apoiar iniciativas legislativas encaminhas para a proteção de crianças e adolescentes. Parte-se de evidências sobre a aprendizagem de condutas agressivas por observação e imitação de modelos de seu entorno social e sobre as condutas delitivas e transtornos psicológicos relacionados com a exposição à violência para com os animais na infância e adolescência.

(Junho, 2013). Felicitação ao Sr. Johny Cárdenas Cerrón, congressista da República do Peru, pelo impulso dado ao “Foro: Direito Animal e Sociedade”, fomentando, assim, o progresso de iniciativas que enfrentem qualquer tipo de violência mediante a elaboração de uma legislação e políticas públicas éticas. Carta enviada pelo Dr. Mateo Mario Salazar Ávalos, membro do Conselho Assessor da CoPPA.

(Fevereiro, 2013). Apresentação no programa de televisão Alto al maltrato da rede Panamericana TV, em Lima (Peru), sobre a observação do Comitê dos Direitos das Crianças dirigida a Portugal para melhorar a situação da infância e zelar pelos direitos do menor. A cargo do Dr. Mateo Mario Salazar Ávalos, do Conselho Assessor da CoPPA.

(Janeiro/abril, 2013). Apoio com relatórios e estudos sobre a infância e a adolescência, e os efeitos prejudiciais de presenciar espetáculos violentos no menor de idade. A pedido da campanha Niños Libre de Violencia (Crianças Livres de Violência). Estado de Nuevo León, México.

(2012 / 2013). Assessoria e apoio com documentação para um relatório sobre a proteção das crianças apresentado à Comissão de Direitos Humanos do Estado Nuevo León. A pedido da campanha Niños Libre de Violencia.

(Final de 2012). Produção de spot audiovisual sobre as brigas de galos e seu impacto em crianças. Para uso geral destinado aos meios de comunicação que apoiem medidas que protejam a infância da violência na América Latina.

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies